É como traduzir o silêncio que me sustenta. Páginas em relevo com o meu sagrado. Meu segredo. Secreto santuário. Flores do meu jardim, frutos do meu quintal. Mais uma parte que parte, põe-se a caminho, segue viagem, vai embora, retira-se, afasta-se, foge. Mais uma parte que parte, dividi-se, separa, quebra, reparte-se. Mais uma parte que parte, tem origem ou começo, procede, provém, decorre, deriva, nasce de mim.Mais uma parte do segundo mais tarde, nas ruas que escolhi.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

mudança



Sinto como se o tempo passasse mais rápido agora
Tenho Cartas para escrever
Coisas para ajeitar
Empacotar tudo
Lavar toda a roupa e passar
Lembrar de não esquecer nada
Tenho que ficar em silêncio
Pegar o DVD
Aquietar pensamentos
Acalmar o tempo
Cuidar da saudade
Pagar a passagem
Não posso mais esquecer datas de aniversário
Quando aprenderei?
Tenho 3 semanas para isso
Juntar coisas de mim
Acordar mais cedo
Aproveitar cada momento
Não posso esquecer-me disso!
E meus amigos quando escreverei para eles?
Como saberão que estão em mim?
Tenho que organizar tudo
Será que cabe em um espaço?
Nos pedaços das coisas que junto agora
Estão a melhor parte do que se fez de mim
Em fragmentos, em partes, em metades
Em desconexões, mas, está tudo aqui
Eu não posso esquecer-me disso!
O que digo? O que sinto? O que sou? Para onde estou indo?
Deus!Falta nexo, sentido. Incoerência!
Mas, é o melhor de mim que vai
Para um melhor em mim
Eu só tenho que organizar tudo
Ajeitar tudo em um espaço
Colocar na caixa e subir
Sem espaço
Em quanto tempo se desfez o que eu deixo?
O que mesmo tenho que levar?
...É melhor só escrever as cartas
Deixar tudo certo com quem importa
Quem se importa?...
Falto em alguns compromissos
Tenho só alguns dias
O tempo se esvai
Tem mais coisas
Mas, não é para pensar no que esquecerei.
O melhor de mim em um espaço.
Um passo
E tudo mais será esquecido na poeira da estrada.

1 comentários:

Rô! - @robertarez disse...

Escreva tudo o que não pode esquecer, guarde o papel (ou a tela) e não se preocupe mais em não esquecer. O que não deve ser esquecido, não o será. Ou talvez até seja, mas quando precisar, será lembrado. Mesmo que sua consciência não lembre, as marcas sempre estarão em você. ;)

PS: Adoro essa música, a primeira do Lenine que fez o mundo parar para mim, mas agora já são muitas dele! rs

Postar um comentário