É como traduzir o silêncio que me sustenta. Páginas em relevo com o meu sagrado. Meu segredo. Secreto santuário. Flores do meu jardim, frutos do meu quintal. Mais uma parte que parte, põe-se a caminho, segue viagem, vai embora, retira-se, afasta-se, foge. Mais uma parte que parte, dividi-se, separa, quebra, reparte-se. Mais uma parte que parte, tem origem ou começo, procede, provém, decorre, deriva, nasce de mim.Mais uma parte do segundo mais tarde, nas ruas que escolhi.

sábado, 11 de dezembro de 2010

Um aprendiz


Hoje é um dia muito especial: o último desse ano em Florianópolis.
Relendo e-mails antigos vi que em 2007, em outro último dia em Florianópolis, na véspera de me mudar para o Canadá relatei que me sentia “como uma criança na frente de um brinquedo caríssimo que mal conseguia tocar por não acreditar direito que ganhou de presente”...e acrescentei: “Mas, Deus nos presenteia com milagres...”
Sentia-me um aprendiz com o entusiasmo latente de quem vive um sonho. “O meu sonho era voar, crescer, me desenvolver e aprender...” Vivia a doçura de ser um aprendiz e a leveza da coragem. Segui sem medo, com toda a convicção necessária para enfrentar o que viria.
Uma experiência indescritível.  Os presentes de Deus são milagres!
Hoje, com o mesmo sentimento e anseio de aprendizado caminho com passos mais firmes e certos da direção. A vontade de voar rumo à libertação faz sentido e persiste em toda minha caminhada. Tenho a certeza íntima de mais esse passo, agora rumo ao nordeste do país.  Me emociono ao saber que a mensagem de 2007 ainda vale:
Um aprendiz sabe quando é um aprendiz... Um aprendiz caminha sem saber ao certo onde chegará, mas acredita em cada passo que dá, conhecendo aos poucos as bifurcações, os atalhos dourados que a ilusão lhe impõe. Aplica realidade e determinação ao prosseguir, deixando para trás os obstáculos, a poeira da estrada. Seu curso é feito de milagres, pois a medida em que segue, transforma seu barro em luz, seu engano em conhecimento, sua ilusão em verdade. Despe-se aos poucos de tudo que não lhe desperta interiormente, voltando-se contente a tudo que dá a certeza de que está em evolução. Sua busca é interminável, porque sabe não haver limites... Sua atenção é inviolável, porque sabe que tudo depende da sua própria vontade. Trás a confiança em sua conduta, pois sabe ser esta a afirmação da sua realidade. Um aprendiz deixa com que seu coração o guie, criando e recriando a cada momento a fé Naquele que jamais pode falhar. Um aprendiz sabe quando é um aprendiz...

Fica meu mais profundo sentimento de gratidão a tudo que fica e tudo que me fez.
Caminhei toda eternidade para estar exatamente onde estou.

1 comentários:

Rô! - @robertarez disse...

Feliz que seus passos estão sendo dados onde deveriam! E que o sentimento de aprendiz nunca saia de você, porque nunca deixamos de aprender e é assim que deve ser.

Beijos, e que seus passos sejam cada vez mais abençoados!

Postar um comentário